domingo, 11 de janeiro de 2009

Carioca gosta é de praia!!

Carioca gosta é de praia. Pode não ser uma verdade absoluta, mas é certo afirmar que a maioria dos cariocas fica deprê quando a Cidade Maravilhosa acorda com o morro do Corcovado encoberto por nuvens cinzentas. Hoje, fomos contemplados por um domingão de sol como à muito não víamos! Talvez o primeiro grande fim de semana de praias lotadíssimas de 2009!

A alegria com a qual o carioca acorda, vislumbra o sol pela janela e caminha até as areias da praia tem um visual quase que poético. A energia emanada pela felicidade de ver e rever o mar da própria cidade e encontrar os amigos durante o verão é indescritível! (Sei que não falo apenas por mim!!)

Existem coisas típicas das praias cariocas, que podem até ser copiadas em outras cidades do Brasil mas sabemos que a raíz de tudo está aqui entre nós! (E temos muito orgulho disso!): Biscoito Globo com Matte Leão do garrafão de alumínio (impossível imaginar qualquer praia da Zona Sul sem essa combinação perfeita!); reclamar que a água do garrafão provavelmente não deva ser filtrada e em seguida elogiar, dizendo ser o melhor matte do mundo; café da manhã em lojas de sucos pelas esquinas ou postos das praias (onde mais conseguimos encontrar tanta concorrência de sucos como aqui no Rio? E todos são maravilhosos!); ter locais específicos onde ficar em cada praia e dizer aos amigos e conhecidos onde se pode ser encontrado como se um posto da praia ou um quiosque fossem endereços fixos; defender o local frequentado como se estivessem agredindo a nossa moral(!); fazer amizade com donos e funcionários de barracas e quiosques (no bom "carioquês", amizade "merrrmo"! Ou seja, não consumir em outros quiosques); conhecer alguém na "night" e marcar na praia, no dia seguinte; dizer que mora mais nas areias durante o verão do que na própria casa, mesmo que a pessoa more em frente à alguma praia; ver a cerveja esquentar enquanto o queijo de coalho no palito não fica pronto; ter dúvida se quer queijo de coalho com ou sem orégano; para os surfistas, pegar o carro cedinho e dirigir até a Prainha para (tentar!) conseguir um lugar no estacionamento; bater palmas para o pôr-do-sol no Arpoador (um eterno clássico!); olhar as mercadorias de todos os ambulantes e quase nunca comprar; achar a água do mar muito gelada e tomar banho nos chuveiros instalados por quiosques; marcar na casa de amigos para um pós-praia e sempre fazer novos amigos (de infância! Principalmente dependendo do teor alcoólico!); pagar R$ 1 para utilizar os banheiros dos postos; reclamar que a praia estava cheia mas voltar no dia seguinte para fazer tudo outra vez! Isso é Rio de Janeiro, minha gente!! :)

Foto: Déia Salame
Foto de uma das ruas da Zona Sul carioca e o sol se pondo no mar

2 comentários:

Makabro disse...

Olha, sou um PESSIMO exemplo de carioca mas ate eu fiquei balancado por essa descricao apaixonada de algo tao presente na vida de meus conterraneos. Me deu ate vontade de tomar agua de coco.

bjos

Anônimo disse...

estereótipos, minha cara Watson!

sou carioquíssima, mas chega domingo tou na serra...

cultivo a brancura...

detesto multidões...

odeio um modelo só...

de resto, se sobrou alguma coisa, devo me parecer com essas tuas idéias preconceituosas.